Um final de semana em Monte Verde- MG

História e Geografia

Campos do Jaguari, antigo nome do distrito de Monte Verde, foi colonizado por imigrantes da Alemanha e da Letônia, cujo fundador foi o imigrante da Letônia Verner Grinberg (falecido em 13/08/2006) e sua esposa (também falecida) dona Emília. O sobrenome da família deu o nome à cidade: “grin”, verde, e “berg”, monte.

Monte Verde, conhecida como a Suíça Brasileira, está localizada no município de Camanducaia, que fica no sudoeste de Minas Gerais, na serra da Mantiqueira, cerca de 480km da capital, Belo Horizonte, e 160km da cidade de São Paulo.

Está a 1555,5m de altitude, oferecendo assim um clima bem gostoso e agradável, até mesmo no verão, onde o dia é quente, mas a temperatura cai durante a noite. A média anual é de 16,3°C. No inverno, os dias são bem frios, com geadas e temperaturas negativas, principalmente no mês de julho.

Onde se hospedar

Vista do quarto no chalé da pousada Sonho Verde

Nós saímos de Campinas, SP, que fica cerca de 160km de distância (por volta de 2h e 20min de viagem). Chegamos em Monte Verde 11:30 da manhã, e fomos fazer check in na pousada Sonho Verde, que conhecemos através do app Booking por 350 reais a diária para duas pessoas. Valeu cada centavo!

Nosso chalé tinha sala com lareira, um quarto no andar de cima com uma vista maravilhosa. Apesar de estar apenas 600m da rua principal, a calmaria da pousada te dá impressão de estar em uma fazendinha, com natureza exuberante, jardim bem cuidado, área de lazer com piscina, café da manhã excelente com direito a strudel de maçã. Super recomendamos!

Onde adquirir ingressos de passeios

Em uma pesquisa no Google, conseguimos o contato da Fazenda Radical, que nos indicou 3 empresas que ofereciam o passeio. Nós fechamos com a Cláudio Passeios e não erramos, pois eles foram simpáticos e atenciosos durante todo o tempo.

Os rapazes que nos acompanharam na trajetória do circuito nos deram todo suporte necessário. Enfim, valeu muito a pena. Escolhemos o passeio que saía às 14:00, e o ponto de partida foi no próprio local onde compramos. O passeio custou 100 reais para duas pessoas em um mesmo quadriciclo.

Almoço e tour pela cidade

Fonte: Qual viagem

Depois de garantir o ingresso do circuito, fomos almoçar. Optamos pelo restaurante Garagem Vemaguet, pois como nosso intuito é sempre economizar, o prato executivo foi nossa melhor opção. Custou 26 reais, e estava muito saboroso, um simples bem elaborado que comparamos a uma comida de mãe, feita com muito amor. Recomendamos!

Enquanto não chegava a hora do passeio, fomos caminhar pela Rua Monte Verde, que é a principal rua da cidade. Passamos pelas galerias, pelo Shopping Center Celeiro, pelas chocolaterias, a fábrica de chocolate Gressoney, as lojas de queijos, vinhos e doces, enfim, aqueles “pit stops” que são obrigatórios por lá. Nesse momento só passamos para olhar o que tinha de mais interessante, para mais tarde poder voltar e escolher o que levar.

Fazenda Radical – Circuito de Quadriciclo

Próximo ao horário da saída, fomos para onde compramos o passeio, a Cláudio Passeios, pois era de lá que partiríamos com nosso carro, seguindo o restante do grupo, que eles chamaram de “comboio de carros”, até a fazenda radical (5Km). Lá na fazenda deixamos o carro no estacionamento e pegamos o quadriciclo para seguir junto com o mesmo grupo. Eles treinam algumas voltas antes de começar o circuito, para você pegar mais segurança com a direção. É bem tranquilo, rapidinho você pega o jeito.

Depois do rápido treinamento, partiu aventura! Por sua conta e risco (rss), calma que os responsáveis estão do seu lado durante todo o circuito, para ajudar caso tenha dificuldades com o veículo. É bem tranquilo para concluir, e as paisagens são incríveis, cada cena de tirar o fôlego. São quase 10km de percurso, e passa tão rápido que nem acreditamos ter andado tanto assim.

Chegando no Mirante – Meio do circuito

No meio do circuito, é feita uma parada no mirante para tirar fotos, lugar muito bonito por sinal, e rendem belos registros. Levem os celulares/câmeras na mochila para garantirem os clicks.

Aconselhamos vocês escolherem roupas e calçados confortáveis e que sejam mais “surradinhos”, porque tem muita poeira. E se for em período chuvoso, é muito barro também, ou seja, você nunca vai voltar limpinho de lá, rss

A Fazenda Radical oferece outras atividades além do circuito de quadriciclo, como:

Mega Tirolesa; Tirolesa Kids; Arco e flecha; Arvorismo; Escalada; Slackline; Cavalgada.

O preço de cada atividade varia entre 50 e 180 reais. Só entrar no site da fazenda radical para adquirir o seu pacote. Os valores no site são  sempre atuais.

Atenção aos horários de funcionamento da Fazenda Radical retirados da fonte do próprio site:

*Mega Tirolesa, Arvorismo, Arco e flecha, Escalada, Tirolesa infantil e Slackline:
Aberto todos os dias INCLUSIVE AOS SÁBADOS, DOMINGOS E FERIADOS, das 9hrs às 16hrs. Caso esteja chovendo abrimos até a hora do almoço e se a chuva não parar fechamos mais cedo. Com chuva funciona apenas as atividades de Quadriciclo com agendamento.

*Quadriciclo e Passeio a Cavalo: Todos os dias das 9hrs às 16hrs, com agendamento.

Trilhas do Parque Ecológico Verner Grinberg

Vamos citar as cinco trilhas mais frequentadas da região, que fazem parte do Parque Ecológico Verner Grinberg. O acesso ao parque é gratuito e as trilhas são autoguiadas, não sendo necessário o acompanhamento de guias. Obs: Levem água, lanche e um casaco na mochila. São elas:

Trilha da Pedra Partida: 2046 metros de altitude e trilha de 1600 metros de extensão. O início da trilha é o mesmo para a Pedra Redonda, com muitos trechos onde o piso é bem irregular. É uma caminhada cuja recompensa vem no trecho final, quando se atinge o cume da Serra da Mantiqueira, passando por abismos bem altos onde a emoção é intensa. Duração é de 3 horas, ida e volta, com nível de dificuldade média.

Trilha da Pedra Redonda: 1950 metros de altitude e trilha de 900 metros de extensão. É a trilha mais conhecida e frequentada da região. Sua inclinação é bem acentuada e exige um grande esforço do turista na subida, além de favorecer escorregões, principalmente em épocas de chuva. Mas ao longo do trecho foi colocado algumas contenções para dar mais segurança e facilitar a subida. Duração é de 1h30, ida e volta, considerada de dificuldade moderada.

Trilha do Chapéu do Bispo: 1955 metros de altitude e trilha de 650 metros de extensão. Está pedra, como o próprio nome diz, tem o formato de um chapéu de bispo. É uma trilha para toda família, pois é a mais fácil e menor da região. Tem duração de 1 hora, ida e volta.

Trilha do Platô: 1945 metros de altitude e trilha de 1200 metros de extensão. É a segunda mais movimentada da região. A trilha é consideravelmente inclinada no início e continua assim por todo o trajeto. Durante o percurso pode-se aproveitar os mirantes para descansar e tomar uma água fresca. O turista deve ficar atento por onde pisa, pois tem muitas pedras irregulares. Tem duração de 2 horas, ida e volta, considerada de dificuldade moderada.

Trilha do Pico do Selado: 2082 metros de altitude e trilha de 2400 metros de extensão. Para quem aprecia longas caminhadas em meio à natureza, esta é uma das melhores. A trilha começa no Platô, passa por um bosque e depois segue pela crista da serra até o ponto mais alto de Monte Verde, com mirantes e belas paisagens no trajeto.

Fonte: Guia Monte Verde

Escola de Falcoaria

A escola de falcoaria é a atividade mais diferente e atrativa de Monte Verde, escola onde as estrelas são as aves de rapino. A falcoaria é uma arte que surgiu aproximadamente há 4 mil anos antes de cristo, com a necessidade que os primitivos tinham de obter o seu próprio alimento, e os nobres do século XV a transformaram em um esporte.

Já imaginou uma ave se lançar de uma árvore e pousar em seu punho? É uma experiência para nunca mais se esquecer. Nós não fizemos e arrependemos muito, e não podíamos deixar de citar essa atividade que é tão falada por lá.

Entramos em contato com a escola via whatsapp e eles nos passaram as seguintes instruções:

ATIVIDADES DA ESCOLA DE FALCOARIA
O agendamento deve ser feito pelo link e sujeito a disponibilidade.
Link de reserva –> https://escola-de-falcoaria.reservio.com

INTERAÇÃO ANIMAL ASSISTIDA
Instrução teórica e prática na arte da falcoaria, seguida de um “passeio orientado”, interagindo com as aves em pleno vôo.

Horários:
11:30 ou 13:30 – gavião-asa-de-telha
15:30 – coruja-suindara

(A atividade tem duração mínima de 45 minutos)

Investimento: R$80,00 por participante

WORKSHOP: “As Corujas no mundo da Falcoaria”
Uma vivência junto às corujas abordando seu modo de vida, comportamento e curiosidades, numa interação indireta.

Horários:
10:20, 12:20 e 14:20 (40min de duração)

Investimento: R$20,00 por participante

Você poderá filmar e fotografar as aves, respeitando as instruções da equipe.
Pagamento em dinheiro ou transferência bancária (Banco Brasil).

Gressoney – O chocolate de Monte Verde

Foi a primeira fábrica de chocolate da cidade, fundada em 1978, se destaca por seus produtos famosos desde a sua criação, ao nível encontrado na Europa. São eles: Prímula, Mordisco, Sopa de Morango, bebidas quentes, bombons e muitas outras delícias. A entrada é gratuita.

Horário de funcionamento até o presado momento:

Dom

10:00 – 20:00

Seg – Qui

10:00 – 18:00

Sex

10:00 – 22:00

Sáb

10:00 – 22:30

Fritz Tour – Cervejaria Artesanal

Nós não fizemos esse tour, porém é considerado um passeio imperdível em Monte Verde. Lá é possível conhecer a produção da autêntica cerveja artesanal alemã. O percurso é apresentado em 35min pelo braumeister Jorg Franz Schwabe e ao final do roteiro você ganha de lembrança uma cerveja artesanal Fritz.

Aberta para visitas nas quartas e sextas, a partir das 19horas e aos sábados, a partir das 13 horas. É necessário fazer a reserva da visita no restaurante que fica ao lado da fábrica. O valor do ingresso por pessoa é de R$40. (Fonte: https://fritzcervejariaartesanal.com.br)

Curiosidade

Motor a vapor de uma locomotiva que gerava energia para a cidade em 1960

Por volta de 1960, o sistema de gerar energia elétrica para a Vila Monte Verde era através de motor à vapor, o mesmo de uma locomotiva. Esse motor se encontra na entrada da cidade, logo após a passagem pelo portal, para apreciação e fotos.

Noite em Monte Verde

O que não falta em Monte Verde é um bom restaurante, difícil até escolher um. Nós optamos por comer barato, porém com qualidade, então decidimos ir à pizzaria Esquilo Gourmet, que é tradicional na cidade e fica dentro do Shopping Center Celeiro. Para economizar e evitar o desperdício, escolhemos a fatia individual que custou R$9 cada (a individual é bem servida), e tomamos Chopp Pilsen artesanal de Monte Verde, que saiu R$9 a caneca. Total gasto na janta por pessoa foi de R$32, comendo bem e tomando cerveja.

As lojas ficam todas abertas durante a noite, e foi nesse horário que voltamos para comprar as lembranças típicas de lá. Garantimos o estoque de chocolates, queijos e geléias artesanais. Todos aprovados, uma delícia mesmo!

E o nosso passeio por Monte Verde vai ficando por aqui. Espero que tenhamos inspirados vocês a conhecerem essa cidade que é tão linda e aconchegante, e que acolhe muito bem os seus turistas. Com certeza iremos voltar, porque foi muito gostoso estar lá.

Até nosso próximo post, gente 😉

Giza Coutinho
Giza Coutinho

4 Comentários

  1. março 29, 2020 / 5:51 pm

    Uauuu! Amei esse post, super completo da cidade, que ainda não conheço, mas, com certeza, voltarei a consultar quando for pra lá.

    • Giza Coutinho
      Autor
      abril 7, 2020 / 2:06 pm

      Adoramos essa cidadezinha charmosa, viu! E ficamos felizes por ter gostado 🙂 Obrigada!

  2. julho 12, 2020 / 12:40 am

    Amamos o post e já queremos conhecer essa cidadezinha! 😍😘

  3. Licéa
    fevereiro 16, 2021 / 10:56 pm

    Boa noite, como eu pesquiso suas dicas de passeio para Campo do Jordão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *